Site de Poesias

Menu

NOS DESENHOS

NOS DEDOS

NAS UNHAS

SUJEIRA DE TODA UMA VIDA.

 

NAS MÃOS

MARCAS PESADAS

DO COTIDIANO DE SONHOS

 

NO CORPO

MARCAS DO CANSAÇO

DE SITUAÇÕES REPETIDAS

 

NA CABEÇA

SONHOS QUE VEM E VÃO

DE TODOS OS MOMENTOS

 

NAS PONTAS DOs DEDOS

PALAVRAS INACABADAS

QUE NUNCA FORAM DITAS

NEM ESCRITAS

E PODEM SURGIR OU NÃO.

 

SÓ DEVANEIOS.

Compartilhar

Pode ser que tudo aconteça ou não. A vida é assim: pouco ou muito, depende da relação, da referência. Está ou não, tudo pode ser relativizado. A vida... um leve sopro. São Joaquim de Bicas- Minas Gerais

Onivid ed Ortsac Saiuqalam
25/04/2017