Site de Poesias

Menu

Lamentação

Alguns vivem sonhos, outros, realizam pesadelos...

Somos seres de angústias e incertas escolhas.

As alternativas são imensas, mas instáveis bolhas,

Prestes a estourar, independentemente de nossos zelos.

 

Lamento o fato de eu não poder ser como em um conto de fadas...

Não sou, nem de longe, um personagem romântico.

Já o fui, em distantes rimas, em um perdido cântico,

Mas o que eu fui, jaz esquartejado por diversas espadas...

 

E também não conheci sequer uma encantada princesa.

Também eram humanas as mulheres e aqueles ao redor:

Crias do mundo, das decepções, traições, da tristeza...

 

Se tristes somos, como almejar felicidades e a revolução

Do que estamos: tão pequenos, em algo maior?

Sem respostas, fico a sangrar imerso na lamentação...

Compartilhar
Thiago da Silva Carbone
09/04/2017