Site de Poesias

Menu

ASSIM SEJA


Eu sei
Que a vida está amarga
Que seu fim talvez não tarda
Mas antes da despedida
É preciso que se diga
O que foi de nós
 
Bem sei
Que tantos anos após
Sem jamais estarmos sós
Sobrou tanta desavença
Pouca fé, muita doença
E ferrenhos nós
 
Não sei
Quanta vida daqui pra frente
Se reserva para a gente
Nada me mostra ou me diz
Se ainda seremos feliz
E o que será de nós
 
Mas sei
E juro pela luz do dia
Você foi tudo o que eu queria
E ainda é o que mais amo
Para Deus eu rezo e clamo:
Cuida bem de nós
 

Compartilhar

Visitem-me também em meu site pessoal:

www.sergionespoli.recantodasletras.com.br

Grato !!!

sergio néspoli
16/10/2016