Site de Poesias

Menu

Vou lá...

Vou lá fora olhar a chuva!
...
Colocar minha cabeça bem inclinada
Na horizontal
Pra sentir as gotas caindo
Deslizando no rosto
Que se torna frio e cada vez mais limpo
...
A chuva é limpa!
...
Observo sua água transparente
Da até pra beber essa chuva
Estou já no meio da rua
De braços abertos
Lembro dos tempos
De menina
Que brincava
Soltava – me
Ia me
Na
Chuva
...
Hoje!
Vou
Observar
A
Chuva!
...
Que pena
No fim
Fiquei somente no poema!
...
Não senti gota como quando em criança
E nem fui nesse momento
Lá fora
Ver
Sentir
Ah, chuva
...

Chuva! 

Compartilhar

minha tia madrinha disse hoje que ia observar a chuva, pelo Facebook... saiu essa poesia. ;-) Botucatu - São Paulo

Marcela Hebeler Barbosa
13/10/2016

  • 0 comentários
  • 84 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados