Site de Poesias

Menu

O VELHO CHICO !

Na ressequida montanha,
Secou a nascente do velho Chico.
A água o sangue da terra
É que faz este país muito rico.
 
Entretanto a falta de respeito,
De cuidado, traz-nos um alerta,
Se continuarmos deste jeito,
Aí está da natureza a resposta certa.
 
Se dela fazemos parte,
Sem ela não sobreviremos.
Embora tardiamente,
Diga-lhe que nos arrependemos
 
Dizer que vale tudo pela fortuna,
É querer validar a cobiça,
Por isso atual seca é oportuna
Para que a humanidade não seja omissa.
 
Dado nos foi o Paraiso,
Cabe-nos defendê-lo com vigor,
Mas quem se o homem perdeu o juízo,
Que pelo ouro paga o preço que for.
 
O velho Chico que já cá estava
Quando o homem civilizado chegou,
Levando vidas por onde passava
Até o momento que a cobiça o represou.
 
A natureza é liberdade, mantê-la é compromisso,
E um dos defeitos do homem é escravizar,
Defende à sua liberdade, quanto a de outros é omisso,
E aí está o velho Chico, o rio de todos a secar!
 
 
 
 

 
 

Compartilhar

São tanto os defensores, e muitas as soluções, mas, no cerne da questão ninguém bole. Para exemplificar direi que uma casa feita para morar quatro pessoas, em caso de necessidade pode morar o dobro temporariamente..O mundo está tendo um problema gravíssimo de população, e, para resolve-lo somos obrigado a agredir a natureza.
O excesso de seres viventes e consumista extrapola e aliado à tecnologia que beneficia não a todos, faz com que .
paguemos caro por isso. Ainda no meu cantinho agora já; sem sonhos..

ubirajara Fernandes
22/09/2016