Site de Poesias

Menu

O Mapa

Procuro um tesouro de valor incalculável

Ou apenas vislumbro seu conteúdo com fins cartográficos?

Traço caminhos, rotas, soluções.

Estudo, pesquiso e penso, assim como tantos

E gostaria muito de dizer qual estrada seguir...

 

Qual mapa indicará o percurso ou o intrépido atalho

Para resolver tantos problemas sociais e econômicos?

Para nos levar a uma política séria e justa?

Para nos guiar a algo próximo de felicidade?

Para nos mostrar que ainda há esperança de mudar?

 

Não estamos esperando por inúteis milagres.

Há uma luta a ser travada, nada virá gratuitamente

Ou sem sacrifícios, mas apenas assim um caminho é descoberto.

Observe aquela paisagem, imagine o que você quiser,

Porque a fantasia é tudo o que pode ser, sem a ação.

E não se rabisca um novo horizonte sem calejar as mãos.

 

Quando desenharemos um mapa onde não haja fome de norte a sul?

Onde os direitos serão iguais, tal como a prosperidade?

Fico a analisar, a procurar na geografia tal item,

Mas só vejo o relevo abismal da desigualdade e das perdas...

Compartilhar
Thiago da Silva Carbone
18/09/2016