Site de Poesias

Menu

No desencontro, o encontro.

Foi assim...

No desencontro das palavras,
No caos da cidade,
Na oferta e na demanda;

No esconderijo improvisado,
Na invisibilidade de um amor,
Na solidão das horas,
Na oração e na dor;

Nas conclusões mal resolvidas,
Na confusão dos sentimentos,
Nas armadilhas alheias,
Na paixão mal vivida;

Na noite mal dormida,
Na voz que foi calada,
Na música não ouvida,
Na frase não entendida,

Na História que não se repete,
Nas surpresas do coração,
Na inverdade sendo dita,
Que minha alma afirma e reafirma:

- Que a boa lâmina é forjada no fogo;
O bom rei é servo do povo;
Que o que sobrevive entre tantos
É inquebrável tesouro;

Assim, olho nos olhos,
De um amor que nasceu torto,
Infindável seu renovo,
Torna-se assim,
Mais forte que o todo.

 

Compartilhar
Ricardo Lemos
07/09/2016

  • 0 comentários
  • 37 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados