Site de Poesias

Menu

Quando você chegar...

Quando você chegar...
Com sua singular simplicidade,
Tudo em mim vai aflorar
Num universo de felicidade.
 
Feito os lírios sob a neblina,
Enfeitados na florada,
Os meus olhos, em ti minh’amada,
Fixados nesta beleza que fascina.
 
Em mim um turbilhão de sentimentos,
Como refugiado ao retornar à pátria,
Vou te olhar por tanto tempo!
Até que eu me recupere a fala.
 
Quando você chegar...
E me envolver na sua essência,
As estações do ano vão disputar
A vez para estar na sua presença.
 
Quando você chegar...
Acho que estarei feito arco-íris,
Que colhe as cores do céu e do mar
Só para ser e te fazer feliz.
 
Quando eu chegar perto de você
Toda energia positiva do universo,
Toda poesia de meus versos,
Todo amor que cultivamos na distância,
Toda saudade contida na esperança:
Tudo isso fará de nós um só ser.
 
Quando você chegar...
Vou tomar passiflora,
Vou inundar meus olhos,
Vou levar lenço de seda,
Vou lhe presentear com orquídeas.
 
Vou rezar pelas nossas vidas.
Pode ser que suceda
Que eu me deságue em choros
Diante de sua paz minha senhora
Quando você chegar.

Compartilhar
Cid Rodrigues Rubelita
13/07/2016