Site de Poesias

Menu

SONETO DA EXISTÊNCIA

NÃO ME INTERESSA O AMOR

NEM MESMO A PAIXÃO

E MESMO QUE SEJA A DOR

E NEM TÃO POUCO A ILUSÃO

 

NÃO QUERO SABER DO INSTANTE

NEM MESMO QUE SEJA SOFRIMENTO

SABENDO QUE SEJA ITINERANTE

E NEM QUE SEJA UM SÓ MOMENTO

 

QUERO SABER DO ACONTECIMENTO

MESMO QUE SEJA SORRIDENTE

E QUE VENHA FAZER ACONTECER

 

QUERO SABER DO SOFRIMENTO

QUE ACONTEÇA NUM INSTANTE

QUE FAÇA PENSAR O EXISTENTE.

 

 

 

Compartilhar

Muitas vezes sofremos por muitos motivos, mas o verdadeiro sofrimento acontece por causa da existência. Pense e sentirás este drama! Sartre bem que dizia:Seria o homem viver para o nada? São Joaquim de Bicas- Minas Gerais

Onivid ed Ortsac Saiuqalam
19/05/2016