Site de Poesias

Menu

Ilusões

Jogue-se na vida e pelos ares
Arremesse os medos , suposta fatalidade
Para o infinito das impossibilidades
E reconstrua-se das cinzas ao iluminado
Na mais imperfeita harmonia, dos corações  machucados.
Reacenda as chamas das ilusões desenfreadas
Que os enamorados constroem em sólidas bases
E delas edificam o amor tão sonhado...

Compartilhar
Luciana Araujo
13/02/2016