Site de Poesias

Menu

Quero apenas uma razão...

Não tenhas medo

medo da paixão

medo de sofrer

medo da solidão...

Prenda-se aos meus sentimentos

não é como um filme de ficção

apenas momentos

de repente acaba a emoção...

Quero apenas uma razão

como amar sem sofrer?

e sofrendo desse amor

a qualquer momento podes me ter...

Quero apenas uma razão

para não se queimar

na chama da paixão

Quero apenas uma razão

para desistir

e arrancar meu coração...

Você arrancou o melhor de mim

de tudo que eu fui

e de tudo o que eu posso ser

Quero apenas uma razão

pra não te pedir agora

me namora...

Se sentir medo

eu posso fazer dá certo

quando estiver triste

estarei por perto

Quero apenas uma razão...

se o amor é colorido

a vida é cinzenta

não desista

Só precisas apenas de uma razão

o meu amor...

Compartilhar
Eduardo Vieira
25/01/2016

  • 2 comentários
  • 403 visualizações neste mês
  • sob licença creative commons
    Você pode distribuir este poema, desde que:
    • Atribua créditos ao seu autor
    • Não use-o comercialmente
    • Distribua-o sob essa mesma licença