Site de Poesias

Menu

VERSEJANDO ( Algo do estilo pessoa )

[Ilustração não carregada]

VERSEJANDO ( estilo Pessoa )
Palpitaram todos os corações,
dentro de todos os peitos.
Criaram ecos. Ruídos d’alma.

Caindo na madrugada mais
orvalho, do que os há
nos céus. As estrelas lá
pararam de cintilar: secas,
ofuscadas e esquálidas.

Assim foi meu querer-te :
uma catedral de ausências
renomeadas em cada dor e
eu só te queria ver presente,
nos meus olhos deseivados :
olhos ofuscados e esquálidos
como esses astros acima !

Bem ao romper da manhã
a queda ; logo ali no começo
de uma ladeira, até no exato
fim das lições de abismo no
abismo . . .

Compartilhar
versejando ( ao estilo de Pessoa )
14/01/2016

  • 2 comentários
  • 90 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados