Site de Poesias

Menu

NASCE UMA POESIA

[Ilustração não carregada]

No branco da folha, descortina a janela da alma.
       A tinta cai, deixa a poesia sorrateira aflorar.
            Com uma linguagem pálida e calma,
                      o texto incerto deixa a poesia falar.

 
 
 
        Inocência e lascívia numa só aura verbal,
           as palavras vêm de longe num teorema
             lapidam todo o mistério de um cristal.

                                 Nasce mais um poema

Compartilhar
Madalena
21/11/2015