Site de Poesias

Menu

O QUE FAÇO ?

 

 

  (Para Cris Coradi)

 

O QUE FAÇO,COM A TAL DE RIMA,QUE ME AZUCRINA,

ENTRA EM MINHA MENTE,INSISTENTEMENTE,

QUER ME APOSSAR.

 

ELA ACORDA,MEU DIA COM ABRAÇOS,

ADOÇA MINHA BOCA,TOCA VIOLINO,TORNA-ME MENINO,

CORRENDO A BRINCAR.

 

SE ACASO , RAIVOSO A ESPANTO,OUÇO AO LONGE O CANTO,

TAL COMO A SEREIA,DEITADA NA AREIA,

CHAMANDO PRO MAR.

 

CARINHOSA,FALA-ME DA BRISA,DA ROSA O PERFUME,

DA NOITE O NEGRUME,

PÔE-ME A DIVAGAR.

 

CAPRICHOSA,TINGE-ME DE CORES,BORBOLETAS FLORES,

LEMBRA-ME AMORES,

NOITES DE LUAR.

 

TAMBÉM ELA ,CHORA-ME SUAS DORES,

MÁGOAS DESAMORES,

DIZ-ME :"OS RANCORES DEVEM ACABAR".

 

ME COCHICHA,TRAIÇÃO NO OUVIDO,FALA DE CUPIDO,

ME PROPÕE LOUCURAS,

QUER ME NAMORAR.

 

E SE GRITO : "SAI DA MINHA VIDA",FINGE QUE SE IRRITA,

TODA SE AGITA ,FAZ BIQUINHO E MANHA,

DIZ QUE VAI CHORAR.

 

AMEAÇA ,CONTAR MEUS SEGREDOS,ME ENCHE DE MEDO,

ME BATE ME ARRANHA,MOSTRA SUAS GARRAS,

SE EU A ABANDONAR.

 

NEM SEI MAIS,SE É MELHOR SEM ELA,

FICAR SÓ ME GELA,CORRO PRA JANELA,

PEÇO PRA FICAR.

 

COM A RIMA,ESQUEÇO MEUS REVERSOS,

ME DELEITO EM VERSOS,FAÇO POESIA,

ME PONHO A SONHAR. 

                              

 

Compartilhar
Maria Isabel Sartorio Santos
16/11/2015

  • 5 comentários
  • 188 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados