Site de Poesias

Menu

Botão de Flor

[Ilustração não carregada]



 
   
Semblante feminino.


 Pleno de franqueza,


 permitindo ver


 suas bem dotadas virtudes,


 mas também


 os seus pequenos pecados.


 Imagem encantadora,


 tingida de tantas luzes.


 Uma bela e sedutora mulher


 em toda a sua fascinação.


 Sua epiderme fresca,


 sua suavidade e beleza


 renascidas em amor como


 se fossem a mais esperada


 de todas as promessas.


 Botão de flor que desabrocha


 de forma inesperada no jardim.


 Não há como suprir o coração


 apenas com sensata realidade.


 Faz-se necessário


 uma boa dose de loucura,


 de desejo de prazer,


 como metade


 que se encontra


 e se faz a partir daí:,inteiro.


 Num mágico encontro


 onde o que é  utópico e ideal


 se faz realidade por um instante.


 Como se fosse a plenitude da vida,


 da realização que é para sempre.


 Então,


 por que não sonhar com asas?


 Por que não tirar os pés do chão?


 Pois que o horizonte é promessa,


 o infinito é sempre desafio.


 E no espaço por onde vaga


 o turbilhão dos sentimentos


 só ganhou asas quem um dia


 se arriscou à queda


 e aprendeu a voar


 por essas invisíveis linhas,


 por onde vaga


 fugitiva felicidade.

 

Compartilhar
Gilberto Brandão Marcon
24/10/2015