Site de Poesias

Menu

RATOS GORDOS

RATOS GORDOS

 
Por mais triste que pareça, eu vejo,
Este nosso Brasil rico e arruinado...
Pelos políticos e governo roubado!
Todo roído como um imenso queijo!

Vejo os buracos enormes na saúde...
Os nacos desviados na educação...
E em todas as áreas desta nação,
Aonde nada chega e onde se ilude:

Com um discurso falso à patuléia...
Recheado de mentiroso otimismo,
Procurando neles  incutir a ideia:

Que podia ser pior!(Não fossem eles,
Ratos vorazes cheios de cinismo!)
Pois a culpa dos buracos toda deles!

Pedro Paulo da Gama Bentes-2015/10/06

Compartilhar
Pedro Paulo da Gama Bentes
12/10/2015

  • 0 comentários
  • 85 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados