Site de Poesias

Menu

O MÊS DE OUTUBRO

Quando outubro chegar,

os meus dias vão passar.

Um presente risonho

e um futuro bisonho.

Nos dias sete, completa um ano.

Que pode estar fora do plano.

Os dias vividos sem perceber,

com muita vontade de viver.

Tudo acontece na vida.

Mas temos que ter confiança.

Alguma coisa fica esquecida.

O que mais vale é a nossa esperança.

Quantos outubros vividos.

Com muito amor e satisfação.

Tive muito tempo perdido,

mas sempre tive compensação.

Pouca coisa posso reclamar.

Oitenta e quatro outubros, vivenciar,

com muita força e destemor.

todos os dias, com fé e amor.

Até quando, eu não sei.

Quantos outubros, viverei.

Agradeço a todos que convivi,

os momentos felizes que vivi.

Obrigado meu Deus,

por tudo que passei.

 

 

Compartilhar
José Luiz de Almeida (Zé Gaiola)
20/06/2015

  • 2 comentários
  • 146 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados