Site de Poesias

Menu

O Rio

[Ilustração não carregada]

O tempo

inundado das coisas

que não vemos

corre sorrateiro

fragmentado ou inteiro

 

Não sabe calar

o choro das horas

fugaz e arteiro

o tempo é certeiro

 

o que é 

o que já foi

o que será

de tudo fica

acre ou suave

algum cheiro

 

Úrsula Avner

 

favor manter a autoria do poema

* imagem retirada do google sem informação de autoria

 

 

 

Compartilhar

Queridos amigos e amigas do site e visitantes, agradeço a presença de cada um (a) no meu cantinho.
Abraços poéticos.

Úrsula Avner
23/12/2014