Site de Poesias

Menu

Solidão

 eu vivia a andar,

andava sem parar,

um vão,

triste e machucada na escuridão

sem lágrimas pra chorar

 

coitaodos,

avermelhados, 

eram meus olhos molhados,

sem um amigo.

nem abrigo.

 

vil,

a mil

com vontade de sumir,

arrumar a minha mala,

sem mim, era o fim.

 

mas a consciência dizia assim:

fique comigo

não vá amigo

 

escondida

não acharás a vida

que queres tu de mim?

perto do fim

 

pensei, 

relutei, 

então fiquei

do lado do rei

acredito que um dia 

aquele grande amigo encontrarei

 

vou sonhar 

e também sempre me lembrar

se era só ,

sozinho não vou chorar

se do meu lado ele vai estar

 

aqui

alí

acolá

em qualquer lugar

pode acreditar.

o amigo JESUS vai sempre estar.

 LÁ

É SÓ PROCURAR.

 

 

 

 

                                                                                                                    De: SILVA, Lara Ferreira &  SILVA, Jânio Moreira.

                                                                                                                                      OBS: "o tio te ama minha linda sobrinha"

 

 

 

Compartilhar
JÂNIO MOREIRA
09/12/2014

  • 1 comentário
  • 32 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados
  • Tags: