Site de Poesias

Menu

ENTRE O DEZ NA HORA E... O ZERO, DEPOIS!

[Ilustração não carregada]

A jovem ingênua, imprudente, que crê, plenamente, no autêntico amor dos dois e, assim, concede ao 'adorável' namorado a exigida prova de amor, poder tirar nota DEZ na hora do exame e ver-se abandonada com um complicado, decepcionante e desagradável ZERO, depois!

Compartilhar
Odair Rizzo
14/10/2014

  • 0 comentários
  • 11168 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados