Site de Poesias

Menu

EIS, AQUI, EU E VOCÊ!

[Ilustração não carregada]

 Aqui, a sua beleza é encanto, é admiração.
É o amanhecer irradiante, ensolarado.
O luar claro, límpido; todo estrelado.
O pôr-do-sol tingindo o azulado véu;
A fascinante imensidão do céu.
O arco-íris colorindo, com sutileza,
A singela tela da natureza,
O adorado quadro da Criação.
 
Aqui, recluso na cela da altivez.
Longe do seu carinho
E próximo de estranhos passos,
Supliquei à benemerência, à caridade,
Que me ensinasse umas aulas de bondade
E, livrando-me do monstro do desencontro,
Voltei ao querido ninho dos seus braços,
Para nele permanecer de vez.
 
Aqui, no embalo do balanço da rede da paixão,
Despertei incerto de onde estava,
Mas, logo me reapareceu a percepção,
Ao vê-la desenhar, com calma,
Dois corações entrelaçados,
No deslizar do rubro batom cintilante
Sobre o espelho das emoções gratificantes,
Que preenchem o cotidiano de nossas almas.
 
Aqui, imagino que navego por suas veias,
A percorrer o sangue do seu corpo
E ancorando-me, com motivação,
Numa das ilhas do arquipélago da sua mente,
Desembarco meus sentimentos eloquentes,
Precavido de que nada de nocivo os rodeia,
No cais-conforto do seu porto-coração.
 
Aqui, enfim, afinal, então,
Realçados pela Luz (Oni) potente
Da envolvente Graça em ação,
Alçamo-nos na travessia que leva ao norte,
Sempre desejosos da companhia
Da paz, da saúde e da boa sorte.
 
No entanto, o que nos preocupa,
Por maior que seja a luta;
O esforço, a determinação, a raça,
Na tentativa de que o par não se desfaça,
É a futura ruptura de nossa união.
É a dura realidade do avanço impaciente,
Que vai trazendo mais pra perto da gente
O momento crucial da fatal separação.
 
Porém, que se aguarde a triste despedida.
A perda lamentável da minha ou de sua vida.
O desinteressante instante da difícil proeza,
Na qual um de nós
Terá de revelar ao outro,
Quase sem que se ouça a voz
E tanto pranto escorrendo pelo rosto:
- Vá com Deus, meu bem!
- Que Assim Seja!

- Amém!                                                       

Compartilhar
Odair Rizzo
19/06/2014

  • 4 comentários
  • 353400 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados